quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Saiba amar.

Aos olhos doces, tão doces feito como um fruta escura. Cabelos e braços abertos ao vento, pureza vinda e tristeza retraída. Se por toda vez que ela olhar o mar, abrir os olhos e no fundo de todo sentimento ela for capaz de te encontrar.. Aceite! É um amor tão puro quanto ao vento que toca no rosto da menina com a pele de uma outra fruta. Há mais que beleza nela, há mais que sentimentos, existe um você dentro dela, as suas qualidades e imperfeições não encontradas em si mesmo, é simplesmente o espelho que ninguém é capaz de lhe dar como presente.
E a menina ao abrir os braços ela só quer abraçar algo que não pode ver, o vento a faz sentir e o mar é a maior impossibilidade dela e se ela se aproximar do mar, olhando para baixo, o reflexo dela irá sumir, tendo um encontro com você. -Será que não percebe, a ligação, a forma de completar, o seu eu sendo ao mesmo tempo ela? Há coisas mais importantes do que olhar o teu próprio reflexo no espelho, a sua beleza pode estar do seu lado, não a sua frente. E você? quem tanto se olha, tanto procura e não há olhos pra quem tem uma historia a te dar, vai continuar com o seu espelho ou vai dar a chance do mar te encontrar?

a busca pela felicidade é o caminho mais pratico de achar. Saiba amar!

Um comentário:

  1. NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSSA, gastou, muuito bom, muuito bacana meeesmo!

    ResponderExcluir